27 JUL

Will Sparks

Aos 24 anos de idade, o criador de tendências natural de Melbourne, Will Sparks, alcançou já a um estatuto apropriadamente cimentado entre os mais aclamados e excitantes nomes da eletrónica a sair da Austrália para o mundo nesta última década.

No transcurso da sua curta carreira, Will Sparks já se viu distinguido com o 'Best Breakthrough Artist' [inthemix - 2013], DJ#1 na Austrália, [inthemix - 2014], um dos 10 mais entusiasmantes talentos pela Billboard Magazine, acendeu ao # 73 do top DJ In The World [DJ Mag Top 100 - 2016], empreendeu em digressões mundiais, contando cerca de 300 espetáculos pelos quatro cantos cantos do mundo, com residências em alguns dos clubs mais icónicos do planeta - Paradise Club - Mykonos, XS - Las Vegas e Pacha - Sydney, para citar apenas alguns, para além de ter atuado nos maiores palcos do mundo, de registar: Tomorrowland, Electric Daisy Carnival, Ultra Music Festival e o TomorrowWorld.

Desde o lançamento da sua monumental 'Ah Yeah!', que escalou fulgurantemente ao 3º lugar no top Beatport, no final de 2012, Will Sparks tem estado imparável, presenteando audiências e critica com um repertório impecavelmente produzido, lançando hit após hit e ganhando reconhecimento de vários pesos-pesados da dance music, bem como por parte dos maiores nomes da indústria, conquistando vários discos de Ouro e Platina para decorar as paredes, incluindo QUATRO entradas no Beatport Top 10 até ao mês de Maio de 2017.

O seu perfil no SoundCloud é um testemunho de sua fenomenal influência como produtor, acumulando milhões de plays por faixa, enquanto que as suas incontáveis produções originais permaneceram durante semanas a fio no Beatport Top 10, para além das remisturas de sucessos como o “Be Together” de Major Lazer, “Blurred Lines” de Robin Thicke, “Selfie” dos The Chainsmokers e da celebração de um contrato de cedẽncia que tornou o seu hit “Ah Yeah” na principal faixa promocional da série de TV norte-americana “Ballers”, com a participação da estrela de televisão e cinema The Rock.

Para acrescentar ao seu vasto e impressionante currículo, Will Sparks dirige sua própria editora, a Bourne Recordings, fruto de um trabalho colaborativo com a Lucky Ent e a Ministry of Sound Australia, com a missão central de promover jovens talentos e artistas emergentes, bem como de funcionar como casa-mãe das suas próprias realizações. A Bourne conta já com inúmeras entradas no Beatport Top 10.

Com um reconhecimento digital na casa dos milhões, a sua capacidade de se adaptar a um panorama musical em constante mudança sem macular o seu som-assinatura, dá-nos todos os motivos para afiançar, sem quaisquer reservas, que Will Sparks é um artista com um passado, no presente, e com um futuro longínquo.